jump to navigation

Um jardim muito especial 24/06/2011

Posted by Cristiane Marquesi in Doutrina Espírita.
Tags: , , ,
trackback

flowers5flowers5

 

Todos nós gostamos de ver canteiros floridos, bem cuidados. Ficamos tristes quando vemos um jardim onde a erva daninha sufoca as poucas flores e folhagens.

Comparemos a alma humana com terreno. Cada um faz pelo livre-arbítrio o que quiser desse espaço.

Uns “acordados” pelo Evangelho, pela vontade de melhorar, vão com trabalho e fé limpando o terreno dos vícios daninhos e plantando as flores das virtudes. Não se pode descuidar, pois as ervas daninhas voltam. O trabalho é diário, permanente, e as virtudes devem ser alimentadas e replantadas pela caridade. Devemos vigiar os pensamentos, orar com sinceridade e regar essas flores com leituras edificantes da literatura espírita e com o estudo do Evangelho.

Os médiuns, comparo-os com um jardineiro: o descuidado deixa as ervas daninhas da vaidade e da preguiça crescerem, até que sufoquem as flores, e, assim, ouvirá do Pai: Que faz, filho ocioso, pela sua jardinagem?

Assim como o jardim, a mediunidade necessita de cuidados, trabalho, estudos para que possa florir, perfumar, servir de exemplo.

Tanto o jardim que embeleza, quanto a mediunidade que é útil são maravilhas que encantam e que refletem a evolução de seu dono pelo trabalho e empenho dedicados.

Trecho do livro Sejamos Felizes,  Antônio Carlos, Psicografia da médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: